Buscar
  • Nutr. Bianca Oliveira

Alicina

A alicina é uma substância sulfurada do alho que é formada com a tritura ou amassamento do alho, porém perde-se quase que por completo quando o alho é aquecido, desta maneira, para aproveitar as propriedades da alicina é melhor escolher receitas com o uso do alho na forma crua.

A dica é ralar um dente de alho na salada que funciona como um bom tempero e no meio das folhas o sabor não fica tão forte, um dente dele por dia já garante boas doses de alicina.

Muitas pessoas usam o óleo de alho com objetivo de aproveitar as propriedades da alicina, porém a maioria dos óleos de alho comerciais são feitos com o aquecimento do alho, o que inativa a alicina.

A alicina é fortalecedora do sistema imunológico, estimulando a produção das células de defesa que são os glóbulos brancos. Ela tem ação antimicrobiana e antioxidante, auxilia no controle da pressão arterial e do colesterol, além de atuar como um anticoagulante. Também tem ação contra a bactéria E. Coli que é responsável por infecção urinaria.


Apesar da alicina ser perdida com o cozimento o alho continua tendo outros benefícios tais como o enxofre que auxilia a produção de colágeno e germânio que tem ação anticancerígena, então mesmo que você não consiga consumir cru ainda pode aproveitar essas propriedades com ele cozido.

Algumas reações do consumo do alho são a halitose e odor no suor, estes causados devido a alicina ser expelida no suor e hálito; também pode haver irritação estomacal em algumas pessoas pelo consumo do alho cru.

É importante lembrar que como a alicina tem atividade anticoagulante, se a pessoa toma medicação que seja anticoagulante como marevan e varfarina vale conversar com o médico caso queira introduzir o alho cru diariamente na alimentação.

104 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Emagrecimento: Além do balanço calórico negativo

Nós já falamos aqui sobre balanço calórico negativo, mas como isso se define? ⠀ Existem alguns cálculos padronizados que o nutricionista faz para definir as calorias que seu corpo gasta em repouso, e

Hipertrofia e testosterona

A hipertrofia muscular é influenciada por diversos fatores, sendo como crucial o estímulo (exercício), mas também a dieta,  o descanso e o equilíbrio hormonal. ⠀ A bioquímica na hipertrofia muscular é